Dente de Leão 100% Natural 60 Cápsulas 500mg - Terra e Sol - Natural com Saúde

Dente de Leão 100% Natural 60 Cápsulas 500mg

(Cód.cdl)
| Deixar comentário
Embalagem para presente: Opções disponíveis no carrinho.
Fabricante: Terra e Sol
Faça Orçamento

Apresentação:
- Produto 100% natural e 100% puro.
- 01 Pote lacrado com 60 cápsulas de 500mg cada.

MODO SUGERIDO DE USAR:
2 cápsulas ao dia.

OBS: Ingerir com 01 copo cheio de água.

O dente-de-leão é uma planta muito nutritiva, sendo que seus principais componentes incluem fibras, vitaminas A, B, C e D, proteínas e minerais, incluindo o potássio. Devido às suas propriedades, o Dente-de-leão pode ser usado para auxiliar no tratamento de transtornos digestivos, problemas no fígado e pâncreas e afeções da pele, por exemplo.

Por ter ação antioxidante, anti-inflamatória, hepato-protetora e ligeiramente analgésica, o dente-de-leão é muitas vezes indicado para ajudar no tratamento de:

Problemas digestivos;
Falta de apetite;
Transtornos biliares;
Doenças hepáticas;
Hemorroidas;
Gota;
Reumatismo;
Eczemas;
Diminuir o colesterol;
Alterações renais ou vesicais.

Além disso, o dente-de-leão também parece aumentar a produção de insulina, podendo ajudar no tratamento da diabetes, além de ter forte poder diurético, podendo, por isso, ser usado como complemento do tratamento de infecções urinárias, retenção de líquidos e pressão alta. A raiz da planta também tem um efeito laxante leve.

Segundo um estudo feito na China em 2011, o dente de leão pode ainda ajudar no tratamento da gripe, já que foi observado que chás com mais de 15mg/ml parecem eliminar o vírus da gripe (Influenza) do organismo. Assim, e embora o chá de dente de leão possa ajudar no tratamento da gripe, é precisoque sua concentração seja superior a 15 mg/ml, o que é difícil de atestar em casa. Dessa forma, o chá deve ser feito apenas como complemento do tratamento indicado pelo médico.

Devido às propriedades que esta planta demonstrou contra o vírus da gripe, o Influenza, o dente-de-leão está sendo indicado como forma de complementar o tratamento do novo coronavírus. No entanto, não existe qualquer indicação de fonte oficial ou estudo que demonstre sua ação contra o novo coronavírus.

As pouquíssimas restrições são para pessoas alérgicas à Taraxacum e com cálculos biliares e intestinais. Além disso, também não deve ser usada na gravidez.

IMPORTANTE:
Produto autorizado para comercialização em todo o território nacional através do anexo I da RDC 240/2018, código 4300041, em conformidade com a RDC 27/2010 e RDC 23/2000 da ANVISA.

Comentários sobre o produto